McLaren 720S Spider – V8 aberto

quinta-feira, 03 de outubro de 2019 Turbo António Amorim Turbo

O concorrente inglês do Ferrari 488 Spider é 88 kg mais leve, mais potente e ligeiramente mais rápido que o italiano, atingindo  os 100 km/h apenas em 2,9 segundos

A versão descapotável do McLaren 720S ficou 49 quilos mais pesada que o coupé no qual se baseia, mas ganha o primeiro lugar no pódio dos mais leves superdesportivos abertos, com 1332 kg em vazio. Um Ferrari 488 Spider, seu concorrente direto, pesa mais 88 kg nestas circunstâncias e não o bate nem em potência nem em rapidez. Com efeito, o novo descapotável da casa de Woking perde apenas um décimo de segundo para o coupé na aceleração de zero a 100 km/h (2,9 segundos), a mesma distância que o separa do Ferrari.

A velocidade máxima, de 341 km/h, é a mesma nos dois formatos, embora com a capota aberta o Spider se fique por uns, ainda assim, referenciais 325 km/h, a velocidade anunciada para o Ferrari quando fechado. E com os 720 cv de potência que o seu V8 biturbo de 4.0 litros debita, tal como o seu nome indica, o McLaren também fica 20 cv acima do 488 Spider.

tejadilho do novo Super Series inglês é totalmente diferente do 650S Spider, modelo que vem substituir. Trata-se de um teto rígido de acionamento elétrico, composto por uma peça única em fibra de carbono e que o mantém muito parecido com o coupé quando fechado. Este mecanismo patenteado demora uns referenciais 11 segundos a transformar o carro, o que se traduz numa poupança de seis segundos em relação ao modelo anterior, podendo a metamorfose fazer-se em andamento, até à velocidade de 50 km/h.

Para aqueles que preferem mais glamour e menos velocidade, a McLaren tem disponível um tejadilho em vidro, com o qual o carro não anda tão depressa quando aberto mas o habitáculo ganha outra luminosidade quando fechado, para além de ser eletrocromático, o que significa que pode passar de transparente a obscuro (e vice-versa) ao simples toque de um botão.

Tal como acontecia com o Spider anterior, o 720S aberto tem um vidro traseiro que pode baixar, fazendo com que o habitáculo seja totalmente invadido pelo som do V8, ou que pode subir para reduzir a turbulência no habitáculo. O ambiente interior também leva em conta a climatização automática, que se adapta consoante o teto esteja aberto ou fechado.

O 720S Spider partilha com o coupé o chassis monocoque em fibra de carbono Monocage II, que a marca designa aqui por Monocage II-S, em que a diferença está na ausência do reforço central superior e no formato diferenciado da parte traseira, para poder alojar o tejadilho amovível. São estas alterações e o reforço traseiro onde ancoram os cintos, que resultam no referido aumento do peso face ao coupé.

A traseira é dominada por um aileron ativo, idêntico ao da versão fechada, que se movimenta basicamente da mesma forma, embora a sua gestão eletrónica tenha sido reprogramada para levar em conta o formato do carro e a posição do teto.

Outra grande diferença entre o Coupé e o Spider está no formato e movimento de abertura das portas, que no modelo fechado levantam e no aberto abrem para o lado, devido à ausência da tal “espinha dorsal” superior.

O design das jantes de dez raios também é específica do Spider, podendo receber pneus Pirelli PZero ou PZero Corsa, existindo ainda a possibilidade de escolher uns ainda mais eficazes e extremos Trofeo R, indicados para a utilização em pista ou, para os países mais frios, os Pirelli Sottozero.

O modelo aberto também ganha mais duas cores exteriores no catálogo, totalizando agora uma escolha de 25 tonalidades. Como seria lógico, o habitáculo desta versão descapotável pouco se diferencia do modelo fechado, mantendo também as duas bagageiras que caraterizam o modelo, uma na frente com 150 litros disponíveis, outra na traseira com 58 litros apenas (210 litros no coupé). Nele encontramos os mesmos programas de condução Comfort, Sport e Track, a envolver também diferentes comportamentos por parte da suspensão hidráulica.

Este website usa cookies para melhorar a navegação dos nossos utilizadores. Ao navegar no site está a consentir a sua utilização. Fechar ou Saber Mais