Adolescente resolve problema do ‘ângulo morto’

quinta-feira, 28 de novembro de 2019 Turbo Filipe Bragança Turbo

A ideia surgiu da cabeça de Aliana Gassler, uma adolescente de 14 anos, do estado americano da Pennsylvania.

A partir do momento em que começamos a conduzir, somos alertados para um problema que, até hoje, parecia não ter solução à vista – ‘o ângulo morto’. Impossível de controlar, esta condicionante à condução é responsável por momentos de pura aflição. Foi a pensar neste problema, que uma rapariga da Pennsylvania decidiu desenvolver um sistema de câmaras que, ao serem emparelhadas a uma série de projectores, e com recurso a uma tela especial, fazem com que o pilar ‘A’ se torne ‘transparente’.

Graças a este projecto, a equipa de Aliana Gossler venceu o concurso anual promovido pela Fundação Broadcom, que para além do reconhecimento valeu um prémio monetário de 25.000$ (22.000€). 

Este website usa cookies para melhorar a navegação dos nossos utilizadores. Ao navegar no site está a consentir a sua utilização. Fechar ou Saber Mais