Nova Ford Ranger Raptor invade a Europa

quinta-feira, 01 de novembro de 2018 Turbo Miguel Policarpo Turbo

Já se encontra em solo europeu a nova Ford Ranger Raptor, a versão radical e “mais forte” da pick-up. O modelo, que estreou no evento Gamescon, chega aos concessionários por volta de junho do próximo ano. Conte com um motor biturbo e uma aparência robusta deste todo-o-terreno.

Nascida nos laboratórios da Ford Performance, a Ranger Raptor não é apenas mais uma pick-up com apetência para todo-o-terreno. Trata-se da versão “mais forte” e de elevada performance deste modelo, que estreou no Gamescom, um dos eventos dedicados aos videojogos com maior expressão a nível mundial. A marca da oval-azul aproveitou este certame para revelar a pick-up uma vez que o automóvel também estará presente no jogo Forza Horizon 4. Inspirado na americana Ford F-150, o modelo alia um visual robusto à performance do bloco biturbo EcoBlue de 2.0l, sem prescindir de argumentos tecnológicos.

PRÁTICA, ROBUSTA E COM UM VISUAL AGRESSIVO

A Ford Ranger Raptor promete resistir a qualquer impacto de estradas exigentes e ser capaz de acelerar em todos os pisos. Com um chassis reforçado, com recurso a ligas leves de aço de alta resistência, e “super forte”, a pick-up está pronta para resistir “aos castigos das corridas todo-o-terreno”. A suspensão concebida garante o conforto e o controlo, graças, entre outros componentes, à utilização de amortecedores FOX Racing, com um sistema de amortecimento ativo (tecnologia conhecida por Position Sensitive Damping). A Ford sublinha a utilização de braços de suspensão em alumínio e, no sistema de travões, a escolha de discos ventilados à frente (332mm de diâmetro e 32 mm de espessura), com pinças de êmbolos duplos, e discos ventilados atrás (332mm de diâmetro e 23mm de espessura). As jantes são de 17”.

Acompanhando a Ford F-150 Raptor, esta “irmã europeia” integra uma grelha dianteira parecida com a do modelo americano e resguardos que protegem os componentes em acelerações, por exemplo, em terra batida. A aparência robusta antevê a capacidade para todo-o-terreno do automóvel. O habitáculo define-se-se pela sobriedade e pelo caráter desportivo, com o volante com patilhas e os bancos desportivos com apoio lateral a destacarem-se.

MOTOR DIESEL NA MEDIDA CERTA

Sem exageros, a Ford escolheu para “dar vida” à pick-up o motor Diesel biturbo EcoBlue de 2.0l, que desenvolve 213cv de potência e 500 Nm de binário. O bloco vem acoplado a uma caixa automática de 10 velocidades, uma novidade da marca norte-americana. A Ford Ranger Raptor dispõe do sistema ‘Terrain Management System’, que, como deixa adivinhar, serve para garantir as prestações do modelo em qualquer terreno. O sistema contempla seis modos de condução. São eles o ‘Normal’, o ‘Sport’, o ‘Relva/Cascalho/Neve’, o ‘Lama/Areia’, o ‘Pedra’ e o ‘Baja’ – caraterizando-se este último pelas configurações que reforçam o desempenho de condução fora de estrada e em velocidades elevadas.

TECNOLOGIA, UM CAPÍTULO IMPRESCINDÍVEL

Apesar da natural vocação para todo-o-terreno, a natureza da Ford Ranger Raptor foi perfeitamente conciliada com os argumentos tecnológicos. Em termos de assistência à condução e de sistemas de segurança, destacam-se a versão melhorada do Controlo de Estabilidade da Ford, com função de mitigação de capotamento, o controlo Eletrónico de Estabilidade, o Controlo de Deriva de Atrelado, o Controlo de Arranque em Subida, o Controlo em Descida e ainda o Controlo de Carga Ajustável. No habitáculo, os passageiros encontrarão um sistema de infoentretenimento com um ecrã tátil de 8”, operável por comandos de voz e gestos. Este sistema é compatível com o Android Auto e o Apple CarPlay.

“O novo Ranger Raptor oferece todas as ferramentas que quem procura emoções poderia pedir”, garante Leo Roeks, Diretor da Ford Performance na Europa. “Esqueça tudo o que pensa que sabe sobre pick-ups. O nosso novo Ranger Raptor é uma raça diferente”, sublinha o responsável.

E nós acreditamos. A Ford Ranger Raptor chega em 2019 e promete ser uma entusiasmante pick-up.