Crise? Qual crise?! Rolls-Royce nunca vendeu tanto!…

sábado, 18 de janeiro de 2020 Turbo Redação Turbo

É caso para dizer que, se a crise está aí, não se nota! Ou, pelo menos, não na mítica Rolls-Royce, a qual, segundo revelam os números agora divulgados, registou, em 2019, o seu melhor ano de vendas, desde que produz automóveis!

Construtor automóvel com 116 anos de história, a icónica Rolls-Royce parece, hoje em dia, nas mãos do BMW Group, em excelente posição para celebrar mais 116 primaveras: acaba de celebrar o melhor ano de vendas da sua existência, com um total de 5.152 carros vendidos!

Embora podendo parecer, numa primeira análise e para os menos informados, um número até ridículo, a verdade é que representa uma subida de 25% face aos resultados obtidos em 2018, ano em que vendeu 4.107 viaturas.

Cullinan lidera procura

Quanto aos modelos com mais procura em 2019, os números da Rolls-Royce revelam que, apesar da liderança dos modelos mais tradicionais, a moda dos SUV também já se encontra plenamente instalada no segmento do hiper-luxo.

A demonstrá-lo, a excelente prestação daquele que é o primeiro SUV da marca de Goodwood, o Cullinan, no primeiro ano completo de comercialização, e que fizeram desta proposta, o modelo da história da Rolls-Royce com mais rápido crescimento nas vendas.

Ainda assim, a liderar a procura, mantém-se o estatutário Phantom. Com os modelos Dawn e Wraith na frente dos respectivos segmentos.

O ano de 2019 foi, de resto, também o da despedida do Rolls-Royce Ghost, que, após 11 anos de produção ininterrupta, deixou de ser fabricado. Sendo que, a caminho, está já um sucessor, o qual deverá ser oficialmente apresentado ao mundo, em meados de 2020.

EUA lideram procura

Com um crescimento registado em praticamente todos os mais de 50 países onde marca presença, a Rolls-Royce continuou, em 2019, a ter os Estados Unidos como melhor mercado. Destino que, diga-se, absorveu quase um terço da produção do fabricante britânico.

Este website usa cookies para melhorar a navegação dos nossos utilizadores. Ao navegar no site está a consentir a sua utilização. Fechar ou Saber Mais