Ferrari Enzo alcança o maior valor de sempre em leilão online

sexta-feira, 12 de junho de 2020 Turbo Carlos Moura Turbo

O Ferrari Enzo de 2003 recebeu a maior licitação de sempre num leilão online da RM Sotheby’s. Uma das unidades deste supercarro, com pouco mais de dois mil quilómetros, foi arrebatada por 2,4 milhões de euros.

Com apenas 400 unidades produzidas, incluindo aquela que foi oferecida pela marca do ‘cavallino rampante’ ao Papa João Paulo II, o Ferrari Enzo é um dos automóveis mais raros da marca italiana. Poucos aparecem à venda e quando isso acontece, torna-se numa ocasião especial.

A última unidade do modelo que antecedeu o LaFerrari foi vendida pela leiloeira RM Sotheby’s por 5,36 milhões de euros (6,05 milhões de dólares) em 2015. Agora, a mesma leiloeira estabeleceu um novo recorde para o automóvel mais caro de sempre vendido num leilão exclusivamente online, com outro Ferrari Enzo.

Pouco mais de 2000 km

O chassis 13303 da Ferrari, produzido em 2003, obteve uma licitação de 2,4 milhões de euros (2,64 milhões de dólares) no leilão “Driving Into Summer” e passou a contar apenas com o seu terceiro proprietário.

O supercarro V12 de casa de Maranello é uma verdadeira peça de coleção, já que o seu conta-quilómetros marca uns meros 2011 quilómetros. Além disso, é um dos poucos Enzo encomendados com bancos com revestimento em duas cores.

Sempre a valorizar

Ao contrário de um automóvel convencional, que desvaloriza mal sai do stand, o Ferrari Enzo ganha valor com a passagem do tempo. Em 2003, o seu preço de tabela era de 578 mil euros. Passados 17 anos passou a valer quatro vezes mais: 2,4 milhões de euros.

Mesmo pelos padrões atuais, o Ferrari Enzo continua a ser impressionante. Equipado com um motor aspirado de 6,0 litros que desenvolve uma potência de 651 cv e um binário de 657 Nm, este supercarro acelera dos 0 aos 100 km/h em 3,3 segundo e consegue alcançar uma velocidade de 350 km/h.

O seu estilo melhorou com a idade, como acontece com um bom vinho, com exceção de alguns ligeiros defeitos na carroçaria, enquanto o desgaste no habitáculo é mínimo, tal como seria expectável de um veículo com pouco mais de dois mil quilómetros.

Outras unidades vendidas

A leiloeira RM Sotheby’s vendeu outro Ferrari de coleção durante o seu leilão exclusivo online “Driving Into the Summer”. Tratou-se de um 288 GTO de 1985, equipado, de fábrica, com vidros elétricos e ar condicionado, que foi arrebatado por 2,04 milhões de euros (2,31 milhões de dólares).

Além disso, um dos 50 Ferrari 250 GT Coupe do transformador Ellena foi licitado por 593 mil euros (671 mil dólares), enquanto o 488 Pista Spider com muitos opcionais foi arrematado por 535 mil euros (605 mil dólares).

De referir ainda a venda de um Ferrari 812 Superfast de 2019 por 297 mil euros (335.500 dólares) e de Ferrari 550 Barchetta Pininfarina de 2001 fabricado com especificação norte-americana por 272 mil euros (308 mil dólares). Deste último modelo foram produzidas apenas 448 unidades.

 

Este website usa cookies para melhorar a navegação dos nossos utilizadores. Ao navegar no site está a consentir a sua utilização. Fechar ou Saber Mais