Tempo frio. Sabe quais os cuidados a ter com o automóvel?

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2021 Turbo Carlos Moura Turbo

Nos últimos dias tem sido frequente encontrar os veículos cobertos de gelo nas primeiras horas da manhã e nas zonas mais altas é mesmo possível vê-los cobertos de neve. Conheça alguns cuidados a ter com o automóvel com o tempo frio.

Durante os meses frios de inverno é normal a temperatura descer consideravelmente, levando à formação de gelo e mesmo à precipitação de neve nos locais onde é habitual (ou não) ocorrer esse fenómeno.

O frio e o gelo obrigam os condutores a terem cuidados redobrados para não terem surpresas desagradáveis, sobretudo naquelas manhãs que oferecem um “manto branco” a cobrir os veículos. 

Para evitar danos graves nos veículos, a Confederação Espanhola de Oficinas de Reparação de Automóveis e Afins (CETRAA) decidiu divulgar algumas recomendações úteis aos automobilistas sobre os cuidados a terem durante o inverno, sobretudo quando a descida da temperatura leva à formação de gelo ou à queda de neve.

Apesar do inverno não ser tão rigoroso como noutras latitudes, algumas destas recomendações não deixam de ser úteis para os automobilistas.

Assim, se o pára-brisas tiver coberto de gelo ou neve, o automobilista não deverá utilizar água para o limpar, sobretudo se a temperatura for negativa.

A água fria provocará a formação de mais gelo, enquanto a água quente poderá levar à quebra do pára-brisas devido a uma mudança brusca de temperatura. A solução para remover a neve e o gelo acumulados nos vidros passa pela utilização de uma espátula e o resto deve ser limpo com uma mistura constituída por uma parte de água e duas de álcool. 

Se as escovas estiverem “coladas” ao pára-brisas poderá ser utilizada essa solução de base alcóolica para as libertar com cuidado quando a capa de gelo já não seja muito espessa.

Cuidados com a neve

Em estradas cobertas com neve é utilizado sal para ajudar na limpeza das mesmas. Os automobilistas devem levar em consideração este factor, uma vez que o sal misturado com a neve provoca corrosão na pintura e noutros elementos do veículo.

Para impedir essa situação é recomendável que não se deixe passar muitas semanas antes de levar o veículo a uma estação de serviço para que seja lavado numa máquina de pressão, sem esquecer as zonas interiores da carroçaria.

Em caso de nevão e se o veículo tiver ficado coberto por um manto branco durante vários dias será recomendável chamar um reboque para que seja transportado para uma oficina, que o deverá examinar. Isto deve-se ao risco de avaria no motor se na zona de admissão do veículo se entrar neve misturada para dentro do propulsor durante o arranque / ignição. 

A CETRAA alerta para o estado das correias de distribuição nos veículos mais antigos, sublinhando que, regra geral, estão mais desprotegidas nas viaturas menos recentes, sendo recomendável verificar se o frio extremo não as danificou.

Igualmente importante é o cuidado com a bateria, cujo estado se pode degradar com o frio extremo. Se isto suceder pode provocar um mau funcionamento de outros elementos relacionados (centralina, sistema elétrico), sendo recomendável que o seu estado seja analisado por um profissional.

O automobilista também deverá verificar / controlar o estado dos fluidos, antes de iniciar a marcha, designadamente líquidos de travão, direção, refrigeração.

Este website usa cookies para melhorar a navegação dos nossos utilizadores. Ao navegar no site está a consentir a sua utilização. Fechar ou Saber Mais