Limpeza de garagem. Vettel desfaz-se de quatro Ferraris, dois Mercedes e um BMW

sexta-feira, 12 de março de 2021 Turbo Francisco Cruz Turbo

Conhecido, também, como um fervoroso apaixonado por automóveis, cuja garagem possui algumas propostas verdadeiramente fabulosas, o piloto de Fórmula 1 Sebastian Vettel acaba de tomar uma decisão que promete deixar felizes outros coleccionadores: o alemão vai vender algumas das mais desejáveis jóias da sua colecção.

Depois de seis anos ao serviço da mítica Ferrari, Sebastian Vettel não renovou contrato com a escuderia do Cavallino Rampante no Mundial de Fórmula 1, e acabou sendo obrigado a iniciar uma nova etapa na sua carreira desportiva. Assinando contrato com a Aston Martin Cognizant F1 Team.

Resultado ou não desta viragem de página, o piloto alemão decidiu fazer, igualmente, uma limpeza na sua garagem, nomeadamente, desfazendo-se de algumas das suas exuberantes jóias – ao todo, um total de oito carros, com a curiosidade de, cinco deles, exibirem o emblema do Cavallino Rampante no capot.

Divulgada através do site da empresa britânica Tom Hartley Jnr, desta lista fazem parte, entre outras pérolas, um LaFerrari de 2016, um Enzo de 2004 e um F50 de 1996. Sendo que, relativamente a estes três, a “má notícia” é que, os dois primeiros, já foram vendidos, por valores não revelados.

Quanto ao F50, ainda disponível, foi comprado por Vettel, durante o primeiro ano que representou a escuderia italiana, ou seja, em 2015. Neste momento, tem apenas 6.939 quilómetros feitos e está à venda com o respectivo contentor de voo, capota rígida, aros de protecção, tampa do tonneau, documentos de certificação Ferrari Classiche, uma bolsa de bagagem, chave sobressalente, tampa Ferrari e todos os restantes documentos de suporte. Preço? Só mesmo contactando directamente o vendedor.

No entanto, além destes três, o piloto alemão pretende desfazer-se de mais dois carros. A começar, por um F12tdf de cor Giallo Triplo Strato, equipado com jantes Diamond de 20″ e o logótipo do próprio Vettel nos encostos de cabeça, unidade que o alemão comprou novo e com a qual não fez mais do que 1.183 quilómetros.

Quanto ao quinto e último superdesportivo Ferrari, trata-se de um 458 Speciale, também adquirido novo por Vettel, e que não assinala mais do que 3.007 km no odómetro.

Finalmente e ainda parte do lote de oito veículos de que Sebastian pensa desfazer-se, surge um Mercedes-Benz SL65 AMG Black Series que lhe foi oferecido após a vitória no Grande Prémio de F1 de Abu Dhabi de 2009, um Mercedes-Benz SLS AMG de 2010, e um BMW Z8 Roadster de 2002, que foi pela primeira vez vendido nos EUA, mas que, em seguida, acabou exportado para a Suíça.

Assim e com tanta e tão ampla escolha, e ainda por cima com todas as propostas valorizadas pela “chancela” Sebastian Vettel, não temos dúvidas que será fácil encontrar o automóvel de colecção ideal para si…

Este website usa cookies para melhorar a navegação dos nossos utilizadores. Ao navegar no site está a consentir a sua utilização. Fechar ou Saber Mais