Carro imobilizado. Seis dicas para preservar os seus pneus

sexta-feira, 23 de abril de 2021 Turbo Redação Turbo Turbo

Com grande parte dos automóveis imobilizados, devido ao recolhimento social, um dos componentes que mais sofre é, sem dúvida, os pneus. Motivo pelo qual decidimos deixar-lhe aqui seis dicas essenciais para que, quando voltar a utilizar o seu carro, a primeira coisa a fazer, não seja mudar os pneus!

É incontornável: com grande parte de nós resguardados em casa, devido à pandemia de coronavírus, os nossos carros, habituados muitas vezes a uma utilização  intensiva, estão agora parados e sem funcionar, há várias semanas. A grande maioria, na rua, sem qualquer tecto que os proteja, sujeitos às intempéries e alterações climáticas.

Neste quadro, os pneus são, sem dúvida, um dos componentes que mais sofre. Principalmente, pela imobilização, que conduz não somente a uma perda de pressão, mas também e mais grave, a uma deformação do próprio pneu.

Para que, no momento em que decidir – e puder!… – retomar a utilização intensiva do seu automóvel, o possa fazer sem que a primeira viagem tenha de ser a uma qualquer oficina, para mudar pneus, decidimos mostrar-lhe este vídeo, realizado pelo nosso companheiro Jonathan Benson, da Tyre Reviews. E  que, embora em inglês – pense assim: é mais uma oportunidade para exercitar o dialecto de Sua Majestade, a Rainha de Inglaterra… -, traz-nos uma série de dicas que, não temos dúvidas, agradecerá mais tarde!

De resto, neste vídeo, Jonathan mostra, não apenas algumas práticas capazes de manter os pneus do seu carro em melhor estado, como também dicas sobre, por exemplo, a importância de cuidar, igualmente, dos travões.

Assim e nesta fase em que todos nós estamos recolhidos em casa, não deixe de dedicar algum tempo ao seu automóvel, colocando em prática estas dicas. A grande maioria, não somente simples de realizar, mas também uma maior garantia de um regresso mais seguro e confiante, à estrada…  

 

Este website usa cookies para melhorar a navegação dos nossos utilizadores. Ao navegar no site está a consentir a sua utilização. Fechar ou Saber Mais