EV, sim, mas devagar. BMW aposta em nova geração de motores de combustão

sexta-feira, 11 de março de 2022 Turbo Francisco Cruz Turbo

Depois de já ter anunciado um avanço pausado rumo à Mobilidade Elétrica, a BMW dá nova indicação de que ainda não desistiu dos motores de combustão, ao anunciar que está, inclusivamente, a desenvolver uma nova geração de blocos de seis e oito cilindros.

Numa altura em que grande parte dos rivais decreta, alto e bom som, uma transição de acelerador a fundo, rumo a uma oferta exclusivamente elétrica, a BMW assume preferir ir com mais calma nesta mudança de mentalidade. Desde logo, por acreditar que, ao contrário do que muitos vaticinam, o motor de combustão ainda não morreu e tem, inclusivamente, futuro!

A demonstrar esta confiança, o anúncio feito, agora, pelo director de Desenvolvimento da BMW, Frank Weber, que, em declarações reproduzidas pelo alemão ‘Auto Motor und Sport‘, afirma que o fabricante de Munique “vai precisar de motores de combustão de última geração, por mais alguns anos, também como forma de reduzir as emissões de CO2 no sector automóvel, a nível global”.

De resto, acrescenta Weber, “essa é a razão porque estamos a trabalhar numa nova geração de motores de combustão a gasolina, Diesel, com seis e oito cilindros”. Pois, “só com o motor de seis cilindros, já estamos a reduzir as emissões de CO2, de forma mais massiva, do que através de uma mudança de geração”.

Quanto à nova geração de motores, o director de Desenvolvimento da BMW revela que, procurando “conciliar os requisitos em termos de emissões, com os requisitos no que ao desempenho diz respeito, analisámos todo o ciclo de carga, sendo que encontrámos uma abordagem promissora”, afiança.

Assim, esta nova geração de propulsores térmicos, trará, desde logo, “algo completamente novo no cabeçote”, capaz de ajudar aos objectivos de redução das emissões de CO2. Algo que Frank Weber assume como “crucial no combate às alterações climáticas”, mas que a marca de Munique acredita poder ser alcançada com recurso às tecnologias mais avançadas, sejam elas motores elétricos ou térmicos.

Ainda durante esta entrevista à publicação alemã, Weber deixou a garantia de que a BMW não pretende obrigar os seus clientes a optarem entre veículos com motores de combustão e veículos elétricos, mas que, o objectivo do fabricante, será sempre oferecer “os veículos mais sustentáveis e inovadores, independentemente do tipo de propulsão”.

Este website usa cookies para melhorar a navegação dos nossos utilizadores. Ao navegar no site está a consentir a sua utilização. Fechar ou Saber Mais